Startups portuguesas marcam presença no Cleantech Camp

cleantech-camp

Há 4 projetos portugueses entre as 14 propostas selecionadas para participar no programa de aceleração Cleantech Camp, evento a decorrer em Lisboa e Barcelona. Focado nas ideias de negócio no campo das energias limpas, a Cleantech Camp apresentará 4 projetos com ADN português – Picma, Rocket Farm, Trigger Systems e a Fuelsave.io.

As ideias portuguesas irão competir entre elas e com mais 10 empresas espanholas. Esta posição representa um marco importante para estas startups ao terem conseguido sobressair entre 50 candidaturas.

O programa de aceleração Cleantech Camp contará com sessões de formação, eventos com players relevantes no setor das energias limpas e ainda com “os melhores profissionais de apoio ao empreendedorismo e com Albert Bosch, empreendedor, aventureiro, que fará uma sessão motivacional” – organização do Cleantech Camp.

Fonte: Eco

As características dos inovadores

o time
Segundo Felipe Ost Scherer, cofundador da Innoscience (parceiro internacional da Improve) e de acordo com o seu livro “O Time dos Sonhos da Inovação”, são 14 as principais características de uma pessoa com perfil altamente inovador.

Qual a sua opinião?

1) Colocar o sonho à frente do dinheiro;
2) Criar um modelo de negócio único;
3) Não ter medo de correr riscos;
4) A cabeça nas nuvens e os pés no chão;
5) Dar atenção a todas as dimensões da inovação e não somente a ligada ao produto;
6) Conectar os pontos;
7) Formar equipas de alto nível;
8) Facilitar a colaboração e o trabalho em equipa;
9) Fomentar uma cultura incomparável;
10) Colocar as pessoas certas para fazer as coisas certas;
11) Manter o motor da inovação permanentemente ligado;
12) Senso de urgência e execução;
13) Atenção aos detalhes;
14) Comunicar a inovação.

5 passos para pôr em prática a sua ideia inovadora

inovacao

Por vezes não é fácil pôr em prática uma ideia, faltam ferramentas ou até mesmo saber por onde começar. Muitas ideias ficam guardadas na gaveta sem que nunca se saiba qual teria sido o seu desfecho.

Maximiliano Carlomagno, sócio-fundador da Innoscience – consultoria especializada em gestão da inovação corporativa e parceira internacional da Improve – apresenta 5 passos essenciais, baseados na experiência da Innoscience em ajudar empreendedores e intra-empreendedores, para tirar uma ideia do papel.

Curioso?

Conheça os 5 passos aqui.

Explore & Hunt vencedora da Tourism Innovation Competition

belem

A Explore & Hunt é a vencedora da segunda edição da Tourism Innovation Competition. A competição internacional de ideias inovadoras, promovida pelo Turismo de Portugal e The Lisbon MBA, premiou a solução digital criada por Eduardo Covelinhas. Esta aplicação foi considerada a ideia com mais potencial para melhorar a experiência de visita a monumentos e museus e atrair novos visitantes. Vai receber um financiamento, até 100 mil euros, da sociedade de capital de risco pública Portugal Ventures, para ser implementada em Portugal.

A aplicação tem um conjunto de jogos que permitem aos utilizadores explorar e descobrir cidades, monumentos e museus através de desafios. Funciona como uma caça ao tesouro onde, cada vez que as pessoas superam uma etapa, vão aprendendo curiosidades sobre as atrações turísticas.

A Explore & Hunt, foi escolhida entre 60 candidaturas de vários países, e já foi testada em Belém com mais de 50 equipas, envolvendo mais de 200 pessoas.

Além da Explore & Hunt estavam a concurso outros dois finalistas. City Check e Portugal Tourist’s.

A City Check é uma app que permite aos utilizadores participar em jogos enquanto estão a visitar uma cidade. Enquanto os turistas andam, o gps deteta a sua localização e a app dispara jogos relacionados com o ponto de interesse que estão a visitar, tal como jogos de pergunta-resposta, de imagens, de memória ou puzzles.

A Portugal Tourist’s virtual assistant funciona como um assistente virtual e chat dentro do Messenger do Facebook do Visit Portugal. A ideia foi desenvolvida pela Visor.ai, uma startup portuguesa especializada em soluções para assistentes virtuais. Esta app reconhece fotos tiradas a pontos de interesse, monumentos e pinturas e disponibiliza informação para interagir com os locais. Os dois finalistas receberam um prémio de 2.500 euros cada.

Fonte: Observador

WeTruck nas estradas europeias

A AddVolt, startup incubada no UPTEC que desenvolveu um dispositivo para produzir energia em camiões, vai entrar ainda este ano no mercado internacional, após o seu projeto “WeTruck” ter recebido um investimento em fase feed.

A startup portuguesa desenvolveu uma tecnologia inovadora que visa solucionar a produção de energia que alimenta a câmara frigorífica de um camião, dando origem ao WeTruck. Esta tecnologia permite aproveitar e dar uso à energia gerada nas travagens dos camiões, alimentando as suas câmaras frigoríficas. Desta forma, o camião pode operar em modo elétrico não apenas no armazém mas também quando está na estrada, dado que o WeTruck tem autonomia para esse efeito enquanto vai sendo, simultaneamente, carregado.

Foi esta tecnologia que permitiu à AddVolt conquistar o investimento da Portugal Ventures, Abacus Alpha e da Momentum Holding que, ao investirem neste projeto, passaram a integrar a estrutura acionista da empresa. Este triplo investimento vai permitir à startup entrar nos mercados externos, como Espanha e Alemanha, onde, no caso do mercado germânico, onde estão os maiores fabricantes de componentes e sistemas para o setor dos transportes, a AddVolt já tem parcerias estratégicas e conta com o apoio de distribuidores para o lançamento do WeTruck.

Fundada em 2014 por Bruno Azevedo, Ricardo Soares, Miguel Sousa e Rodrigues Pires, a empresa que criou o WeTruck vai conseguir, assim, arrancar com o projeto de internacionalização, levando a sua tecnologia a circular nas estradas europeias.

wetruck1

Fontes: Jornal de Negócios, Dinheiro Vivo e PósVenda

Startup Portuguesa no Top 20 do Startupbootcamp Smart City & Living ‘17

porter

Porter
, startup Portuguesa sediada no Parque Tecnológico de Óbidos, está entre as Top 20 startups do Startupbootcamp Smart City & Living ‘17. Destas, apenas 10 serão convidadas a integrar o programa, para isso será realizado um evento chamado Selection Days em que as startups terão a oportunidade de se apresentar a um júri de mentores, investidores e startups que já participaram. Para tal, os fundadores do Porter, Leonardo Lino e Pedro Esteves irão a Amsterdão este mês para apresentar o Porter.
Startupbootcamp é um programa de aceleração de startups que permite aos participantes atingir em três meses o que uma empresa tradicional iria demorar 3 anos a conseguir pelo método tradicional. Isto é conseguido usando uma vasta rede de contactos, desde mentores a investidores.
Startupbootcamp foi fundado em 2010 na cidade de Copenhaga com a ideia base de ajudar os melhores empreendedores do mundo a crescer suas startups. Em 2014 já eram considerados a maior aceleradora da Europa e uma das três maiores do mundo, com programas em vários continentes e uma rede de contactos espalhada por centenas de cidade do mundo. Startupbootcamp tem programas de aceleração a correr em cidades desde Miami a Singapura.
Durante três meses as startups participantes conhecem mais de 100 parceiros, investidores e mentores, que desempenham um papel activo para desenvolver o produto, arranjar clientes e assegurar investimento. Muitas destas ligações tornam-se conselheiros chaves nas startups e participam durante activamente durante os anos de vida de uma startup.
Mais de quatrocentas startups já participaram em programas do Startupbootcamp, com muitas histórias de sucesso de startups que se tornaram globais, alguns exemplos são a Relayr,  Mint Solution e muitas outras.

Startup portuguesa representa inovação europeia no festival SXSW

sxsw

A startup portuguesa Tripaya, um motor de busca de viagens, é uma das dez empresas que representa a inovação europeia numa das maiores conferências de música, filmes e tecnologia do mundo, a South by Southwest (SXSW), que decorre de 10 a 19 de março, em Austin, nos Estados Unidos da América.

Este ano, a Comissão Europeia criou uma delegação composta por novas empresas da Grécia, Letónia, Irlanda, Alemanha, Suécia, Espanha, França, Reino Unido e Portugal, que foram selecionadas entre 220 candidaturas de vários países, por apresentarem produtos únicos desenvolvidos no ecossistema digital europeu.

Tripaya, fundada em 2015, é um motor de busca de viagens que ajuda cada utilizador a encontrar o tipo de viagem que procura — um destino cultural, balnear, de neve, com boa vida noturna, romântico ou para a diversão em família, por exemplo —, de acordo com os gostos, orçamento e tempo que dispõe.
Fonte: Observador