Debate internacional sobre inovação em turismo – Lisboa

Lisboa vai ser o palco da conferência internacional que servirá de debate das melhores ideias de inovação em turismo e onde irá anunciar o vencedor do Tourism Innovation Competion, lançado pelo The Lisbon MBA e o Turismo de Portugal.

O projeto vencedor deste concurso mundial de ideias será financiado, até 100 mil euros pela Portugal Ventures, de forma a ser implementado no território português.

O Tourism Innovation Competition lançou o desafio para descobrir uma solução digital que permita melhorar a experiência de visitar monumentos e museus e atrair novos visitantes. Está a ser promovido mundialmente, por forma a captar o que melhor está a ser pensado em todo o mundo.

post_tourism-competition

Fonte: Jornal Económico.

Seis bolsas de investigação na NASA

nasaA Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) vai abrir concurso para seis bolsas de investigação para estágios na National Aeronautics and Space Administration of the USA (NASA).

O concurso, que está aberto até dia 30 de janeiro, decorre de um acordo de cooperação celebrado entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES, liderado por Manuel Heitor, na foto), a FCT e a NASA em Março de 2016 que integrou Portugal no programa internacional de estágios da agência espacial.

Podem candidatar-se alunos que estejam a frequentar um doutoramento ou mestrado nas áreas das ciências, tecnologias, engenharias e matemática, e a desenvolver trabalho académico sobretudo na área espacial.

As oportunidades, em 12 projectos de investigação da NASA, abarcam áreas científicas como a matemática, a física, a engenharia, a biologia, a nanotecnologia, a aeromecânica ou a informática, entre outras. Os alunos seleccionados irão frequentar os estágios entre Junho e Dezembro de 2017.

Fonte: Jornal de Negócios

Campus Party em Portugal

Para todos os fãs de inovação, criatividade, ciência, empreendedorismo e entretenimento digital, chega a Portugal o Campus Party.

Conhecido com‘festival geek’, já marcou presença no Brasil, Colômbia, Alemanha, Holanda e Espanha, de onde, aliás, é originário o festival, chega a Portugal e a primeira edição vai realizar-se no Estoril, entre os dias 4 e 9 de Julho.
Marque já na sua agenda!

campusparty

Saiba mais sobre o festival no site oficial.

CRIAM e Findster representam Portugal em Las Vegas

ces

As startups CRIAM e Findster, duas startups de “hardware” finalistas dos programas de aceleração da Startup de Braga, vão estar a representar Portugal na maior feira tecnológica do mundo, a CES Las Vegas.

A CRIAM, na área da saúde, desenvolveu um dispositivo médico inovador que possibilita a deteção do tipo de sangue e de doenças, de uma forma automática, rápida e portátil. Foi, após a participação no 3º programa de aceleração da Startup de Braga em 2016, a segunda startup portuguesa a ser selecionada pela HAX, a maior aceleradora mundial de hardware.

A Findster, foi a primeira startup portuguesa a se juntar à HAX, participou no primeiro programa de Aceleração da Startup Braga, tendo lançado o seu dispositivo de localização de crianças na plataforma de crowdfunding Indiegogo.

A participação da Criam e da Findster no HAX abriu as portas das duas startups do Norte à CES (International Consumer Electronics Show), que arrancou dia 3 e decorre até dia 8 de janeiro de 2017, em Las Vegas.

Saiba mais aqui.

Sistema de gestão inteligente de resíduos

evox

Evox, startup incubada virtualmente no Centro de Empresas Inovadoras de Castelo Branco, desenvolveu um produto para a gestão inteligente de resíduos, que está a ser testado nos Serviços Municipalizados de Castelo Branco.

Esta startup tem o objetivo de promover a diminuição da poluição e a poupança nos gastos logísticos, o seu produto, denominado de 360 Waste, consiste na instalação de sensores que recolhem a volumetria dos contentores de resíduos em tempo real e estatísticas envolvidas. Assim será possível recolher informações com o volume de resíduos em contentores indiferenciados, diferenciados, materiais perigosos, óleos e outros materiais. Fazendo, assim, um planeamento mais eficiente, de forma a poupar nos gastos logísticos e promover a diminuição do volume de poluição.

Fonte: Jornal Económico

Viagens mistério chegam a Portugal

center-of-london-uk-from-the-airplane-window-picjumbo-comNeste último trimestre do ano chegaram a Portugal duas startups que promovem escapadinhas de fim-de-semana misteriosas, isto é, o destino só é revelado aos clientes 48 ou 24 horas antes da partida dos aeroportos de Lisboa e Porto.

Estas duas startups, Chocolate Box e Waynabox, oferecem um serviço que inclui voo e estadia para uma cidade, por norma europeia, mediante um preço fixo e, como já foi referido, os clientes só sabem o destino horas antes da partida.

Mesmo tendo um conceito em comum apresentam ofertas diferentes, segundo Inácio Rozeira da Chocolate Box, no entanto a missão será sempre surpreender os viajantes, afirma André Costa da Waynabox.

A Chocolate Box , que integra quatro pessoas e tem por público-alvo cidadãos entre os 35 e os 50 anos, optou pelo envio de uma caixa na véspera da viagem, que revela o destino, com uma máquina fotográfica, um livro e um “guia de bordo personalizado”. Esta startup conta com parcerias apenas com hotéis de quatro ou cinco estrelas, com pequeno-almoço, no centro das cidades e o destino é escolhido conforme o perfil do consumidor. O preço é de 495 euros por pessoa ou 695 euros, se for um viajante individual.

Na Waynabox, Marrocos pode ser exceção às viagens maioritariamente para destinos europeus, no âmbito de estadias em hotéis ou alojamentos locais sempre com uma boa avaliação em ‘rankings’ de ‘sites’ especializados, são também garantidos quartos e casas de banho privadas, além de os grupos ficarem hospedados no mesmo local, por um preço que rondará os 200 euros e o viajante poderá, ainda, eliminar uma cidade de forma gratuita. Vencedora do concurso de ideias de negócio TAP Creative Launch em 2015, tem como público-alvo estudantes universitários e jovens trabalhadores.

Fonte: Diário de Notícias

Minty Square garante investimento de 1 milhão de euros

mintysquareA Minty Square, uma plataforma de e-commerce que tem como objetivo dar visibilidade a criadores conceituados e a novos talentos na área do design, com especial destaque no setor da moda, calçado e acessórios, acaba de garantir um investimento de 1 milhão de euros por parte de uma empresa líder mundial em publicidade online.

Fundada em Fevereiro de 2015 por Ana Cravo e João Figueiredo, a plataforma nasceu de um investimento inicial resultante de capitais próprios e de profunda dedicação ao projeto, contando com o apoio do IAPMEI – Passaporte para o empreendedorismo. Com este aumento de capital, a plataforma de comércio eletrónico de moda de autor tenciona reforçar a equipa e consolidar o seu posicionamento no mercado português.

A Minty Square irá também apostar na internacionalização, encontrando-se já a preparar estratégias para abrir portas a novos mercados como é o caso de Espanha, Polónia e Alemanha. Mais tarde, a aposta passará para outras geografias como Estados Unidos, Austrália, China e outros países asiáticos.

“Este investimento vai servir para dar impulso à internacionalização, um dos nossos principais focos. Estamos a trabalhar em campanhas e ações de marketing que têm como objetivo a entrada em novos mercados. Parte do investimento será direcionado para o reforço da nossa equipa, nas áreas de IT, marketing e customer care”, explica o cofundador João Figueiredo.

A Minty Square pretende continuar a investir na descoberta e promoção de criadores de moda e marcas, tendo como objetivo divulgar e comercializar a moda de autor. A seleção de marcas e produtos a constar nesta plataforma e-commerce é feita de forma criteriosa para, assim, providenciar uma oferta com personalidade e exclusividade.

Atualmente, a plataforma conta com as coleções de mais de 40 designers, entre os quais Nobrand, Daniela Barros, Baguera, Luis Carvalho, Katty Xiomara e Gracedition. Minty Square é assim a nova “praça de criadores” que promove num único espaço online as mais recentes tendências apresentadas em passerelle. A este coletivo irão juntar-se novos nomes, num conceito que pretende catapultar a moda a um nível global.

“Queremos encurtar a distância entre designers e compradores que procuram a exclusividade para expressar a sua individualidade. O conceito Minty Square vai muito além de uma simples loja online, atuando como ponto de convergência para criativos, apostando na sua projeção à escala global e uma referência para os amantes da moda”, conclui a cofundadora Ana Cravo.

ms