Fisioterapia em casa com SWORD Health

SWORD Arya, um sistema digital que permite acelerar a recuperação em processos de fisioterapia de doentes de AVC ou com problemas músculo-esqueléticos sem terem de sair de casa, o projeto apresentado pela startup SWORD Health.

Esta estrutura ‘user-friendly’ permite acelerar a recuperação destes doentes pelo próprio paciente ou cuidador sem sair de casa, é uma “abordagem revolucionária” que possibilita “avanços mais rápidos” e “uma redução de custos até cinco vezes”, através do acompanhamento online permanente e presencial, segundo diz a empresa em comunicado.

Com sensores de movimento, são digitalizados e registados todos os movimentos do doente, na sua frequência e amplitude, sendo estes transferidos para um tablet, o que permite assistir por um lado o doente na correção imediata do exercício e, por outro, dar indicações à equipa clínica sobre a evolução do tratamento e ajustar procedimentos.

Saiba mais aqui: Notícias ao Minuto

sword-04

Anúncios

Já conhece as startups que vão representar Portugal na Web Summit?

Foram 66 startups que venceram o concurso Road 2 Web Summit, lançado pelo Governo no programa Startup Portugal.

Conheça aqui todas as startups!

jj

Fonte: Observador

WonderCover, a capa para os seus jogos no tablet

Agora vai ser possível jogar jogos de cartas em grupo (sem ver o jogo uns dos outros) no seu tablet!

A WonderCover permite que múltiplos jogadores possam, em simultâneo, jogar os seus jogos favoritos de cartas e quizz nos seus tablets. Este é o primeiro sistema que permite aos utilizadores interagirem em grupo, em tempo real, num tablet enquanto escondem o seu jogo através de barreiras físicas.

Este produto foi idealizado pela Magnética Apps and Crafts, startup de Leiria, e materializado pela INNGAGE.

Como?

Várias soluções foram consideradas mas a que maior potencialidade apresentou foi a concepção de uma capa para tablet onde barreiras físicas podem ser acopladas para jogar e, após o jogo, guardadas na própria capa. A equipa da INNGAGE conduziu várias experiências com utilizadores, através de protótipos, para perceber a maneira mais simples do utilizador: perceber o produto, montar as barreiras, estar confortável a jogar sem mostrar o seu jogo e desmontar e guardar as barreiras. Foram testadas várias ideias com utilizadores dos 10 aos 60 anos e foram os seus insights que determinaram quais as soluções que avançaram no processo de Design.

O compromisso da INNGAGE foi idealizar e desenhar um produto que o utilizador pudesse transportar e usar para qualquer propósito, mas capaz de permitir jogar uma variedade de jogos com amigos e família. Para além da capa, foram desenhadas barreiras independentes e universais que se adaptam praticamente a qualquer tablet a partir de 7”.

Assim nasceu a WonderCover, a primeira capa de tablet para jogos em grupo, com barreiras integradas onde o físico encontra o digital em experiências reais de jogos digitais.

O seu lançamento está previsto para Janeiro de 2017.

Portugueses a concorrer para o ClimateLaunchpad

A maior competição do mundo na área da inovação cleantech lançou o desafio para a criação de soluções, através da inovação, que contribuam para a diminuição dos problemas climáticos. Existem várias ideias de negócio a concorrer na final nacional do Climate Launchpad, entre elas estão uma micro habitação de cortiça, ecológica e transportável, uma comunidade de pontos de recarga elétrica para automóveis e uma plataforma para o controlo de sistemas de irrigação, que utiliza modelos de cálculo com base de alterações meteorológicas, o evento vai decorrer já no dia 7 de setembro, no Auditório do Edifício Central do UPTEC, no Porto.

A final europeia vai realizar-se em Tallin, Estónia, de 7 a 8 de outubro, e os três vencedores da competição nacional vão representar Portugal.

O grande vencedor europeu receberá um prémio no valor de 10 mil euros e o Top 10 terá acesso direto à Climate-KIC Accelerator.

CLP_1

Fonte: Dinheiro Vivo

Lisboa no ranking das “Hottest Startup Cities”

Pela primeira vez, Lisboa foi incluída pela prestigiada revista de tecnologia norte-americana Wired no ranking anual “The Hottest Startup Cities” da Europa, entre 100 cidades europeias como Helsínquia, Londres, Berlim, Paris, Amesterdão, Estocolmo, Telavive, Barcelona e Istambul.

Quais as startups destacadas pela Wired?

Uniplaces, Codacy, Talkdesk, Chick by Choice, Unbabel, CrowdProcess, Prodsmart, Hole19, Tradiio e Aptoide.

A vinda da Web Summit para Lisboa, bem como o facto de várias publicações internacionais terem comparado a capital portuguesa a nomes de referência no setor como São Francisco ou Berlim também ajudaram a contribuir para o resultado final.

yard-of-the-palace-335041_1280

Fonte: Observador