CRIAM e Findster representam Portugal em Las Vegas

ces

As startups CRIAM e Findster, duas startups de “hardware” finalistas dos programas de aceleração da Startup de Braga, vão estar a representar Portugal na maior feira tecnológica do mundo, a CES Las Vegas.

A CRIAM, na área da saúde, desenvolveu um dispositivo médico inovador que possibilita a deteção do tipo de sangue e de doenças, de uma forma automática, rápida e portátil. Foi, após a participação no 3º programa de aceleração da Startup de Braga em 2016, a segunda startup portuguesa a ser selecionada pela HAX, a maior aceleradora mundial de hardware.

A Findster, foi a primeira startup portuguesa a se juntar à HAX, participou no primeiro programa de Aceleração da Startup Braga, tendo lançado o seu dispositivo de localização de crianças na plataforma de crowdfunding Indiegogo.

A participação da Criam e da Findster no HAX abriu as portas das duas startups do Norte à CES (International Consumer Electronics Show), que arrancou dia 3 e decorre até dia 8 de janeiro de 2017, em Las Vegas.

Saiba mais aqui.

Lisboa no ranking das “Hottest Startup Cities”

Pela primeira vez, Lisboa foi incluída pela prestigiada revista de tecnologia norte-americana Wired no ranking anual “The Hottest Startup Cities” da Europa, entre 100 cidades europeias como Helsínquia, Londres, Berlim, Paris, Amesterdão, Estocolmo, Telavive, Barcelona e Istambul.

Quais as startups destacadas pela Wired?

Uniplaces, Codacy, Talkdesk, Chick by Choice, Unbabel, CrowdProcess, Prodsmart, Hole19, Tradiio e Aptoide.

A vinda da Web Summit para Lisboa, bem como o facto de várias publicações internacionais terem comparado a capital portuguesa a nomes de referência no setor como São Francisco ou Berlim também ajudaram a contribuir para o resultado final.

yard-of-the-palace-335041_1280

Fonte: Observador

Seedrs chega à região do Benelux

A Seedrs, a maior plataforma europeia de equity crowdfunding, vai expandir a sua atividade na região do Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo), abrindo um escritório em Amesterdão.

A empresa passa então a estar presente na capital holandesa com o objetivo de criar e fomentar relações entre as startups da região do Benelux e o ecossistema de investimentos em estágios iniciais, e ainda de captar novos negócios que possam recorrer ao financiamento na plataforma.

A abertura de mais escritórios no continente europeu está nas previsões futuras da empresa.

Saiba mais aqui.

www.seedrs.com_Seedrs_Crowdfunding_Logo_2013.jpg.png

Road 2 Web Summit

Untitled design (31).png

O Governo lançou um concurso destinado às startups portuguesas que se queiram apresentar na Web Summit. As candidaturas estão abertas e encerram a 31 de julho, e para além disso há mais seis iniciativas com o apoio do Estado até novembro.

Road 2 Web Summit, é um concurso destinado a startups portuguesas que se queiram apresentar no maior evento de empreendedorismo e tecnologia da Europa. Das 65 empresas finalistas, 60 vão ter acesso a um bilhete gratuito de um dia com stand e cinco ao evento todo. Têm ainda direito a quatro bilhetes e acesso a investidores, mentores, workshops e mesas redondas.

Ainda vai ser possível três startups  acederem ao Encontro de Líderes, um evento que junta líderes políticos de vários países com a comunidade de empreendedores e investidores presentes na Web Summit, no primeiro dia da conferência, e o diretor executivo da startup vencedora terá ainda a possibilidade estar no F.ounders, um encontro que reúne 150 fundadores de empresas com menos de cinco anos avaliadas em mais de 500 milhões de euros, de 10 a 12 de novembro.

Os vencedores vão ser anunciados a 21 de setembro, num pitch day final, que contará com formação prévia.

O objetivo é dar aos empreendedores nacionais as ferramentas necessárias para que consigam alcançar os seus objetivos e tirar um maior proveito das oportunidades do evento.

Fonte: Observador

Esta é a garrafa de água oficial do Porto

Agua do Porto
A dupla Teresa Soares e Paulo Seco venceu o primeiro prémio do concurso “Dás o litro pelo Porto?”, promovido pela empresa Águas do Porto em parceria com a Câmara Municipal do Porto.
Em Abril deste ano, a autarquia lançou o desafio à empresa, numa clara intenção de promover o consumo de água da torneira na cidade. “Dás o litro pelo Porto?” pretende mudar os costumes dos portuenses no que toca ao consumo de água, pelo que o lançamento de uma garrafa de água oficial se revela um incentivo.
Antes de anunciar os premiados, João Pedro Matos Fernandes, presidente da Águas do Porto, salientou a “excelência da água que chega à casa dos portuenses”. O resultado é apresentado como fruto do trabalho da empresa municipal no tratamento da água, cujo melhor aliado é o preço acessível. A responsabilidade social que detém no município não foi esquecida. João Pedro Fernandes lembrou, em tom de brincadeira, que o Porto não tem como fugir à influência da empresa: “Temos toda a cidade como cliente e se não gostarem de nós, não há muito que se possa fazer”.

Mais informação aqui.

Copos para sempre.

Sabiam que entre 2008 e 2010, nos festivais de música em Portugal, produziram-se 276 toneladas de lixo? A maior parte vem dos copos que ficam esquecidos e espezinhados pelo chão fora.

CopoA Bio Poli comercializa copos reutilizáveis de plástico de origem vegetal para eventos nacionais e internacionais. O nosso objetivo é diminuir a utilização de copos descartáveis que contribuem para a poluição ambiental e visual durante e depois dos eventos.

Uma ideia amiga do ambiente e da carteira.

A sustentabilidade aliada ao design é uma aposta ganha que deveria ser adotada por cada vez mais marcas. E esta é uma ideia portuguesa com certeza.

Empresa portuguesa de hortas urbanas com campanha de crowdfunding

A Noocity, a empresa portuense que desenvolveu soluções para hortas urbanas, tem a decorrer uma campanha de crowdfunding no site Indiegogo

O investimento destina-se à produção de equipamento para desenvolver a atividade da empresa que já está a dar cartas em vários países, como Portugal, Dinamarca, Alemanha, França, Inglaterra, Estados Unidos, Brasil, Israel, Austrália ou Singapura. Surpreendidos?

Um projeto nacional com ambições globais que está a saber aproveitar a tendência das hortas urbanas. Aplaudimos!