Conheça alguns falhanços da inovação

fail_01

Porque nem sempre a inovação resulta a 100%, e de falhanços está a História repleta, o Observador apresenta alguns dos maiores flops de sempre:

  1. Um lança-chamas contra o carjacking
  2. Segway
  3. Porta Moedas Multibanco
  4. LaserDisc
  5. Google Glass
  6. Concorde
  7. Eau de toilette da Harley Davidson
  8. Hindenburg, o “Titanic dos céus”
  9. Lasanha da Colgate
  10. Smartgun
  11. Coca-Cola com novo sabor
  12. Insulina inalável
  13. Rejuvenique Electric

Veja o artigo completo aqui.

Webinar: Tendências da gestão da inovação no Brasil e Portugal

unnamed

Não perca este Webinar! Mais uma iniciativa da parceria Innoscience  e Improve.

Dia 01 de junho às 15h(PT).

Inscreva-se aqui: bit.ly/WebinarGestãoDaInovação

As características dos inovadores

o time
Segundo Felipe Ost Scherer, cofundador da Innoscience (parceiro internacional da Improve) e de acordo com o seu livro “O Time dos Sonhos da Inovação”, são 14 as principais características de uma pessoa com perfil altamente inovador.

Qual a sua opinião?

1) Colocar o sonho à frente do dinheiro;
2) Criar um modelo de negócio único;
3) Não ter medo de correr riscos;
4) A cabeça nas nuvens e os pés no chão;
5) Dar atenção a todas as dimensões da inovação e não somente a ligada ao produto;
6) Conectar os pontos;
7) Formar equipas de alto nível;
8) Facilitar a colaboração e o trabalho em equipa;
9) Fomentar uma cultura incomparável;
10) Colocar as pessoas certas para fazer as coisas certas;
11) Manter o motor da inovação permanentemente ligado;
12) Senso de urgência e execução;
13) Atenção aos detalhes;
14) Comunicar a inovação.

5 passos para pôr em prática a sua ideia inovadora

inovacao

Por vezes não é fácil pôr em prática uma ideia, faltam ferramentas ou até mesmo saber por onde começar. Muitas ideias ficam guardadas na gaveta sem que nunca se saiba qual teria sido o seu desfecho.

Maximiliano Carlomagno, sócio-fundador da Innoscience – consultoria especializada em gestão da inovação corporativa e parceira internacional da Improve – apresenta 5 passos essenciais, baseados na experiência da Innoscience em ajudar empreendedores e intra-empreendedores, para tirar uma ideia do papel.

Curioso?

Conheça os 5 passos aqui.

WeTruck nas estradas europeias

A AddVolt, startup incubada no UPTEC que desenvolveu um dispositivo para produzir energia em camiões, vai entrar ainda este ano no mercado internacional, após o seu projeto “WeTruck” ter recebido um investimento em fase feed.

A startup portuguesa desenvolveu uma tecnologia inovadora que visa solucionar a produção de energia que alimenta a câmara frigorífica de um camião, dando origem ao WeTruck. Esta tecnologia permite aproveitar e dar uso à energia gerada nas travagens dos camiões, alimentando as suas câmaras frigoríficas. Desta forma, o camião pode operar em modo elétrico não apenas no armazém mas também quando está na estrada, dado que o WeTruck tem autonomia para esse efeito enquanto vai sendo, simultaneamente, carregado.

Foi esta tecnologia que permitiu à AddVolt conquistar o investimento da Portugal Ventures, Abacus Alpha e da Momentum Holding que, ao investirem neste projeto, passaram a integrar a estrutura acionista da empresa. Este triplo investimento vai permitir à startup entrar nos mercados externos, como Espanha e Alemanha, onde, no caso do mercado germânico, onde estão os maiores fabricantes de componentes e sistemas para o setor dos transportes, a AddVolt já tem parcerias estratégicas e conta com o apoio de distribuidores para o lançamento do WeTruck.

Fundada em 2014 por Bruno Azevedo, Ricardo Soares, Miguel Sousa e Rodrigues Pires, a empresa que criou o WeTruck vai conseguir, assim, arrancar com o projeto de internacionalização, levando a sua tecnologia a circular nas estradas europeias.

wetruck1

Fontes: Jornal de Negócios, Dinheiro Vivo e PósVenda

Startup portuguesa representa inovação europeia no festival SXSW

sxsw

A startup portuguesa Tripaya, um motor de busca de viagens, é uma das dez empresas que representa a inovação europeia numa das maiores conferências de música, filmes e tecnologia do mundo, a South by Southwest (SXSW), que decorre de 10 a 19 de março, em Austin, nos Estados Unidos da América.

Este ano, a Comissão Europeia criou uma delegação composta por novas empresas da Grécia, Letónia, Irlanda, Alemanha, Suécia, Espanha, França, Reino Unido e Portugal, que foram selecionadas entre 220 candidaturas de vários países, por apresentarem produtos únicos desenvolvidos no ecossistema digital europeu.

Tripaya, fundada em 2015, é um motor de busca de viagens que ajuda cada utilizador a encontrar o tipo de viagem que procura — um destino cultural, balnear, de neve, com boa vida noturna, romântico ou para a diversão em família, por exemplo —, de acordo com os gostos, orçamento e tempo que dispõe.
Fonte: Observador

 

 

Improve e Innoscience lançam workshop sobre como criar e gerir inovação

improve

A Improve, empresa de serviços de inovação do Grupo Guess What, assinou uma parceria com a Innoscience, consultora brasileira com mais de dez anos de experiência na área da inovação. Depois de várias parcerias locais, é agora através da Improve que a Innoscience se aventura pela primeira vez na internacionalização, “a Improve é a porta perfeita para entrarmos na Europa, podendo partilhar o nosso know-how e case studies mas também podendo aprender outras formas de trabalhar e encarar a inovação” afirma Felipe Ost Scherer, cofundador da Innoscience.

Através desta parceria a Improve e a Innoscience vão lançar um workshop sobre como criar e gerir inovação.

A convite da Improve, Felipe Ost Scherer, sócio-fundador da Innoscience,  vem a Portugal pela primeira vez para dar o workshop. A sessão decorrerá no próximo dia 28 de março, das 9h às 18h, nas instalações da ETIC (Escola de Tecnologias Inovação e Criação), em Lisboa.

Com uma abordagem muito pragmática e focada em casos de estudo reais, Felipe Ost Scherer promete abordar temas fundamentais para o desenvolvimento e sucesso das empresas na atualidade. Técnicas de identificação de oportunidades; como gerar ideias e ir a campo; ferramentas de avaliação e refinamento de ideias; elaborar um plano de experimentação; desenhar o modelo de negócio e o projeto de implementação e como planear um programa de inovação corporativo ou aberto são alguns dos temas em foco.

O workshop está limitado à participação de 30 pessoas e tem um custo de 150€, nas inscrições feitas até ao próximo dia 8 de março. Após esta data o valor sobe para os 225€. As inscrições podem ser feitas aqui. No final todos os participantes receberão uma certificação em Gestão da Inovação.

Felipe Ost Scherer é sócio-fundador da Innoscience, Mestre em Administração pela UFRGS, MBA Executivo pela ESPM, Avaliador de Programas de Qualidade e Produtividade, Professor de Graduação e MBA, Colunista de inovação da revista Exame.com, Autor dos livros Gestão da Inovação na Prática e Prática dos Inovadores pela editora Atlas.

A Innoscience possui uma metodologia e ferramentas de trabalho exclusivas testadas desde 2006 em mais de 150 empresas, com mais de 200 projetos executados e cerca de 10 mil profissionais capacitados nesta área da inovação, tendo vindo a desenvolver projetos para empresas como a Coca-Cola, Johnson&Johnson, Nívea, Thyssen Krupp, Sanofi, Roche, Philips Morris, Boticário, Volvo, Avon ou Danone.