ANJE oferece sessões de coaching e prémio de cinco mil euros

anje

Chamam-se “Fix, Test & Flip to the Market” e não mais são do que sessões de coaching dirigidas a que tem uma ideia de negócio mas não dispõe das ferramentas que permitem passar da teoria à prática. Ao longo de 200 horas, a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) oferece estas sessões, já a partir de dia 4 de setembro, na sua sede nacional, no Porto. E o melhor de tudo é que são gratuitas, bastando apenas uma inscrição prévia.

Inseridas no âmbito do projeto RESTARTUP, desenvolvido em parceria com a Universidade do Porto e a TecMinho e financiadas pelo Portugal 2020, as sessões são “orientadas para o desenvolvimento de competências estratégicas e empreendedoras” e não só fornecem competências essenciais para quem quer tornar-se um empreendedor, como dão a possibilidade a quem nelas participa de conquistar cinco mil euros de um prémio de instalação, atribuído aos dez projetos que revelem os melhores índices de performance no decorrer da formação e que tenham como objetivo a criação de uma empresa.

Do programa fazem parte sessões como Avaliação do Mercado, Técnicas de Pitch e preparação do pitch ou Análise da Envolvente, podendo os participantes, ao longo das 200 horas de coaching, contactar com mentores e “oradores com provas dadas em diferentes setores de mercado”.

Fonte: ANJE

Anúncios

Incubadora abre portas em Nova Iorque de olhos postos nas startups europeias

mundo

Chama-se B.New York e é uma incubadora de olhos postos em startups e empresas de tecnologia. Até aqui, nada de novo em relação a tantas outras incubadoras que por aí existem. Mas esta é diferente: primeiro, porque se encontra localizada em Brooklyn, na cidade norte-americana de Nova Iorque; e depois, porque oferece uma oportunidade para as empresas europeias, uma vez que é para startups e scale-ups internacionais que abre agora as suas portas, adicionando aos serviços normalmente disponibilizados vários outros (legais, de contabilidade e atribuição de vistos).

Um centro que, tal como se pode ler no site do projeto, “combina elementos de um espaço de co-working, incubadora, acelerador, escola e centro comunitário, visando empresas que estão a crescer dinamicamente e a expandir-se em todos os continentes”. Isto apesar de o foco principal serem as empresas europeias com desejo de entrar no mercado dos EUA e vice-versa.

O projeto resulta de uma parceria entre o NYC Economic Development Corporation e a B. Amsterdam, uma das mais bem-sucedidas incubadoras europeias, tendo sido atribuídos subsídios pelo governo holandês.

Fonte: B. Building Business

Levar o carro à oficina nunca foi tão fácil

izirepair

Plataformas que disponibilizam serviços não faltam. Há-as para férias, viagens, hotéis, transportes. E há agora também para oficinas de mecânica automóvel. É pelo menos isso que oferece a IZIRepair, a primeira do género e com cunho português, que tem como missão levar o carro à oficina. Ou seja, através dela é possível selecionar a oficina que é mais do agrado para realizar os trabalhos necessários, bastando apenas para isso introduzir a matrícula da respetiva viatura e o código postal da zona pretendida.

É o fundador desta startup que explica, em declarações à Startup Lisboa, que foi a elevada oferta deste tipo de serviços, o que faz com que, não raras vezes, quem precisa de um arranjo no carro não saiba bem para onde se virar, que motivou a criação da plataforma. A IZIRepair pretende dar aqui uma ajuda, ao identificar as oficinas onde se realizam os serviços de que o cliente necessita, os preços praticados e a localização da mesma. Depois da escolha feita, há ainda a opção de recolha e entrega da viatura, sem que o cliente se tenha que preocupar com isso. A esta junta-se outra mais-valia: todas as oficinas apresentadas são sujeitas a uma avaliação prévia.

A inovação made in Portugal está a dar os primeiros passos no mercado nacional, mas não perde de vista o desejo de internacionalização.

Fonte: Startup Lisboa

As características dos inovadores

o time
Segundo Felipe Ost Scherer, cofundador da Innoscience (parceiro internacional da Improve) e de acordo com o seu livro “O Time dos Sonhos da Inovação”, são 14 as principais características de uma pessoa com perfil altamente inovador.

Qual a sua opinião?

1) Colocar o sonho à frente do dinheiro;
2) Criar um modelo de negócio único;
3) Não ter medo de correr riscos;
4) A cabeça nas nuvens e os pés no chão;
5) Dar atenção a todas as dimensões da inovação e não somente a ligada ao produto;
6) Conectar os pontos;
7) Formar equipas de alto nível;
8) Facilitar a colaboração e o trabalho em equipa;
9) Fomentar uma cultura incomparável;
10) Colocar as pessoas certas para fazer as coisas certas;
11) Manter o motor da inovação permanentemente ligado;
12) Senso de urgência e execução;
13) Atenção aos detalhes;
14) Comunicar a inovação.

Explore & Hunt vencedora da Tourism Innovation Competition

belem

A Explore & Hunt é a vencedora da segunda edição da Tourism Innovation Competition. A competição internacional de ideias inovadoras, promovida pelo Turismo de Portugal e The Lisbon MBA, premiou a solução digital criada por Eduardo Covelinhas. Esta aplicação foi considerada a ideia com mais potencial para melhorar a experiência de visita a monumentos e museus e atrair novos visitantes. Vai receber um financiamento, até 100 mil euros, da sociedade de capital de risco pública Portugal Ventures, para ser implementada em Portugal.

A aplicação tem um conjunto de jogos que permitem aos utilizadores explorar e descobrir cidades, monumentos e museus através de desafios. Funciona como uma caça ao tesouro onde, cada vez que as pessoas superam uma etapa, vão aprendendo curiosidades sobre as atrações turísticas.

A Explore & Hunt, foi escolhida entre 60 candidaturas de vários países, e já foi testada em Belém com mais de 50 equipas, envolvendo mais de 200 pessoas.

Além da Explore & Hunt estavam a concurso outros dois finalistas. City Check e Portugal Tourist’s.

A City Check é uma app que permite aos utilizadores participar em jogos enquanto estão a visitar uma cidade. Enquanto os turistas andam, o gps deteta a sua localização e a app dispara jogos relacionados com o ponto de interesse que estão a visitar, tal como jogos de pergunta-resposta, de imagens, de memória ou puzzles.

A Portugal Tourist’s virtual assistant funciona como um assistente virtual e chat dentro do Messenger do Facebook do Visit Portugal. A ideia foi desenvolvida pela Visor.ai, uma startup portuguesa especializada em soluções para assistentes virtuais. Esta app reconhece fotos tiradas a pontos de interesse, monumentos e pinturas e disponibiliza informação para interagir com os locais. Os dois finalistas receberam um prémio de 2.500 euros cada.

Fonte: Observador

Startup Portuguesa no Top 20 do Startupbootcamp Smart City & Living ‘17

porter

Porter
, startup Portuguesa sediada no Parque Tecnológico de Óbidos, está entre as Top 20 startups do Startupbootcamp Smart City & Living ‘17. Destas, apenas 10 serão convidadas a integrar o programa, para isso será realizado um evento chamado Selection Days em que as startups terão a oportunidade de se apresentar a um júri de mentores, investidores e startups que já participaram. Para tal, os fundadores do Porter, Leonardo Lino e Pedro Esteves irão a Amsterdão este mês para apresentar o Porter.
Startupbootcamp é um programa de aceleração de startups que permite aos participantes atingir em três meses o que uma empresa tradicional iria demorar 3 anos a conseguir pelo método tradicional. Isto é conseguido usando uma vasta rede de contactos, desde mentores a investidores.
Startupbootcamp foi fundado em 2010 na cidade de Copenhaga com a ideia base de ajudar os melhores empreendedores do mundo a crescer suas startups. Em 2014 já eram considerados a maior aceleradora da Europa e uma das três maiores do mundo, com programas em vários continentes e uma rede de contactos espalhada por centenas de cidade do mundo. Startupbootcamp tem programas de aceleração a correr em cidades desde Miami a Singapura.
Durante três meses as startups participantes conhecem mais de 100 parceiros, investidores e mentores, que desempenham um papel activo para desenvolver o produto, arranjar clientes e assegurar investimento. Muitas destas ligações tornam-se conselheiros chaves nas startups e participam durante activamente durante os anos de vida de uma startup.
Mais de quatrocentas startups já participaram em programas do Startupbootcamp, com muitas histórias de sucesso de startups que se tornaram globais, alguns exemplos são a Relayr,  Mint Solution e muitas outras.

MUB Cargo recebe ronda de investimento

mubcargo

A MUB cargo, plataforma portuguesa que conecta pessoas que precisam de transportar mercadorias com transportadores, está a fechar uma ronda de investimento seed com o objetivo de consolidar a marca e avançar para a internacionalização.

Esta ronda de investimento, liderada pela BrainCapital, deverá ultrapassar os 300 mil euros.

Incubada na Startup Braga, a plataforma começou a operar em novembro do ano passado com uma versão iOS. Neste momento, conta também com uma app Android e versão web, assim como com mais de 300 transportadores a nível nacional aos quais os utilizadores da solução podem solicitar orçamentos.

O lançamento de novas línguas (Inglês, Francês e Espanhol) e o estabelecimento de parcerias com empresas fora de Portugal permitirá, em breve, o lançamento da MUB cargo em novos mercados, dando início à sua internacionalização.

Fonte: B!t magazine